Home

Participei de uma formação de liderança no começo do ano passado e em um dos intervalos tive a oportunidade de trocar algumas ideias com uma pessoa que à primeira vista me pareceu muito jovem, de fato era, não tanto quanto aparentava, mas o que me surpreendeu foi a forma como ela se apresentou.

– “Sou Coach de Carreira”

Assim que ela disse isso, o meu lado racional e julgador entrou em alerta, pois até aquele momento, entre os paradigmas que carregava comigo, estava o de que uma pessoa nova e sem vasta experiência profissional, não teria a competência necessária para trabalhar com coaching.

Sou só cinco anos mais velho que ela e ainda acreditava que eu tinha que esperar mais alguns anos para investir numa carreira que eu já tinha certeza que queria seguir, talvez por dar muito ouvidos a alguns profissionais de nível sênior que, antes de dar conselhos a profissionais mais jovens, não ponderam sobre as mudanças cada vez mais ágeis e dinâmicas do mundo e do mercado de trabalho.

Provoco essa reflexão na esperança de não ser mal compreendido e que não confundam a afirmação acima como a arrogância que geralmente é atribuída aos profissionais da geração Y. Respeito muito a bagagem dos profissionais mais experientes, principalmente os que possuem atitude humilde e se atualizam constantemente sem se defender atrás de títulos. Ainda tenho muito a aprender e certamente sempre terei.

Basta olhar com mais atenção para os empreendedores jovens que a cada dia criam novas soluções para as demandas da sociedade atual.

Mas voltando ao coaching de carreira… Depois de confessar os meus receios e de fazer muitas perguntas a respeito de formações de coaching confiáveis, além de investigar se realmente existiriam clientes, ela me sugeriu como dica de leitura o livro “Se eu soubesse aos 20…”, da Tina Seelig, ph.d. em neurociência pela Escola de Medicina de Stanford, diretora executiva dos Programas de Empreendimentos Tecnológicos, professora de empreendedorismo e inovação, palestrante, facilitadora e autora de diversos livros populares sobre ciência, que também fala nesse TED muito legal sobre criatividade: A crash course in creativity.

Via: Jornal do Empreendedor

O livro se tornou uma descoberta muito interessante a respeito de autoconhecimento, empreendedorismo, inovação e empoderamento. A iniciativa da autora em escrever este livro, se deu a partir do momento em que ela percebeu de que em poucos anos o seu filho entraria na faculdade, fazendo-a refletir sobre como se sentiu perdida nessa etapa de sua vida, diante das inúmeras oportunidades que se abriam e que conflitavam com o pouco conhecimento que tinha sobre seus pontos fortes e aptidões.

Então, ela decidiu escrever a respeito do que havia aprendido nos seus 20 e poucos anos, apresentando com humildade e humor as falhas e sucessos que ocorreram no decorrer de sua carreira e na de outras pessoas famosas e não famosas.

Além de histórias inspiradoras de outras personalidades, como o desligamento de Steve Jobs da Apple, a volta por cima com a compra da Pixar e o seu retorno para a companhia, o livro também está repleto das experiências práticas que a autora tem realizado com os alunos em seus cursos. O bacana é que ela explica detalhadamente todo o processo até o resultado final, como as atividades de brainstorming que vão além de reunir várias ideias, propondo também contestá-las; os exercícios de identificação de oportunidades; o exercício do currículo de fracassos, o de identificação de perfis de risco; entre outros.

O primeiro capítulo já começa com a descrição de um exercício que consiste na divisão dos alunos em grupos, onde eles ganham cinco dólares e são desafiados a ganhar mais dinheiro em apenas duas horas. Ela conta que alguns alunos brincam sobre tentar a sorte em Las Vegas ou apostar na loteria, mas que felizmente boa parte deles tem ideias realmente úteis e inovadoras a partir da observação dos problemas que acontecem no contexto em que estão inseridos, principalmente quando se dão conta que focar no dinheiro restringe as possibilidades. Em uma dessas ocasiões, a equipe vencedora do desafio conseguiu faturar mais de 600 dólares, obtendo retorno médio de 4000%.

Esse exercício evoluiu e a cada nova turma ela foi trocando o dinheiro por outras coisas como clips e post its, chegando a se transformar em um projeto que virou até tema de documentário e que você pode conferir uma prévia aqui embaixo.

Mas a mensagem mais importante que absorvi do livro e da experiência que tive ao conhecer essa Coach de Carreira, é a de construir e trilhar o próprio caminho sem a necessidade de esperar que alguém dê autorização, de que é possível inovar na própria carreira, encontrar nichos e oportunidades e se desviar do caminho tradicional, aquele de apenas copiar os passos dos profissionais que admiramos.

É natural que os mais experientes se preocupem com as atitudes das gerações mais novas e possuam um grande senso de cuidado, afim de evitar que quebrem a cara. Mas maturidade não é só uma questão de idade e segurança já não é um valor tão entranhado nos jovens de hoje. Os resultados que outros profissionais bem-sucedidos tiveram, podem não ser os mesmos que nós teremos se seguirmos os mesmos passos, afinal o mundo vem mudando muito rápido. Por isso, é importante construir a própria jornada, mesmo que falhemos. Os erros fazem parte do processo de aprendizagem, ainda que seja um tabu para muita gente e organizações.

Mais importante que ter medo de errar é ter resiliência para aprender rápido com as quedas, não ficar “dando murros em ponta de faca”, não demorar a levantar e seguir em frente com novos desafios.

Eu já errei um monte. E vocês?

Obs.: Recomendo fortemente a leitura do livro 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s