Home

Eu tenho uma amiga nos 20 e poucos anos que é linda, inteligente e muito talentosa. Ela é o tipo de pessoa que você olha do outro lado da sala e pensa: “Ela é uma pessoa que eu deveria conversar. Tem alguma coisa de especial nela”.

Todo mundo sabe disso, menos ela. Ela não acredita nela mesma.

Ela está completamente perdida com relação ao que fazer da vida. Essa confusão a tem deixado paralisada. Por onde você começa quando não tem certeza de qual direção deve seguir? A paralisação é ampliada no mundo real com tantas redes sociais, uma vez que você começa a se comparar com os outros e isso gera toda uma insegurança.

Quando converso com ela sinto empatia, lembro dos dias que eu me sentia exatamente igual a ela. As palavras que ela diz são iguais àquelas que eu me via dizendo aos 20 e poucos anos. Eu tento fortemente não projetar as minhas próprias experiências enquanto conversamos, mas é difícil. Eu queria segurar a minha amiga nos ombros e dizer: “Vai ficar tudo bem, eu prometo”.

Quando estava nos meus vinte e poucos eu era cheia de dúvidas, inseguranças e uma série de questões pipocava na minha cabeça. Algumas vezes eu ficava imóvel, sem ação, simplesmente desistia das coisas que tinha planejado fazer. Por que? Por que eu me sentia tão mal?

Aquele era um sentimento novo para mim. Quando eu era criança e adolescente, minha mãe dizia que eu podia fazer qualquer coisa, e eu acreditei naquilo. Ela me deu confiança para sair para agarrar o mundo com as mãos. O que eu não percebi foi que, no segundo em que “agarramos” o mundo, ele nos dá um tapa na cara e diz: “Ah, espera um minutinho, jovem. Você ainda tem muito o que aprender”.

E os seus 20 e poucos são assim. Difíceis, dolorosos, de tirar o fôlego, com altos e baixos e, na maioria das vezes, com muitos questionamentos sobre quem é você e como você se encaixa no mundo. Mas eu prometo, vai ficar tudo bem.

Quando você está nos vinte e poucos, os vinte e tantos parecem muito distantes. Você imagina que em 4, 5 ou 6 anos vai ficar melhor. A resposta é: se você quiser que fique melhor, será melhor. Se você está cansado de namorar o mesmo tipo de pessoa, que não te faz bem, se você está cansado de sentir que você não tem o que é preciso para conseguir o que quer, se você está cansado de ficar parado, você fará a mudança necessária. Depois, perceberá que no meio do furacão dos 20 e poucos você aprendeu com a vida e fez boas escolhas para si mesmo.

Eu prometo.

vai ficar tudo bem

Obs: Texto adaptado do site Hisptercrite. Você encontra o texto original aqui.

Obs 2: O texto não se refere a nenhuma amiga minha em especial, mas enquanto lia, identifiquei nele diversos colegas, amigos e pessoas queridas que já passaram pelos nossos workshops. Espero que o texto te ajude e conforte de alguma forma 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s