Home

Temos como conceito ser aquilo o que fazemos. Quando nos apresentamos, costumamos nos aproveitar das nossas profissões para dizer quem somos.

O projeto que mostro nessa semana para vocês é uma websérie diferente, que conta o porquê das pessoas fazerem o que são. É exatamente essa reflexão que o Pedro Céu, autor e editor da websérie #EuSouL proporciona aos telespectadores. Os seus vídeos dão foco no olhar, no exercício de ouvir o que o outro tem a dizer. Escutar as histórias e trajetórias encantadoras de cada entrevistado é algo que inspira e faz refletir sobre o que estamos fazendo  e, principalmente, como estamos utilizando os nossos talentos e vocações.

“Essa está sendo a minha experiência fazendo os vídeos, e espero que de alguma forma isso toque você. Como diria nosso saudoso Rubem Alves, é a Arte de Escutatória.” – Pedro Céu.

Pedro também é fundador da página CoCriativo, que tem como objetivo despertar o poder cocriativo dos indivíduos para que eles vivam uma vida de acordo com si mesmos. Além do projeto #EuSouL, o Pedro também lançou a websérie Cantadores de Histórias, que tem o mesmo objetivo do #EuSouL, mas com um toque musical. Resumindo, a sua página contém conteúdos muito bacanas para quem precisa de um empurrãozinho para planejar ou mudar de carreira.

“O que que essas pessoas tem em comum? E eu percebi que era a inquietude, que era: “Eu não consigo viver uma vida com roteiro” ou “Eu vivi uma vida com roteiro até agora, só que agora eu quero mais.” – Carolina Nalon, fundadora da TiêCoaching.

 

“Quando a gente desfaz uma mínima crença, que a gente acredita ainda na escassez, no ódio, na separação… quando uma pessoa faz isso ela desfaz pra todo mundo, porque a gente é uma consciência só. A gente tá todo mundo conectado (…) A gente tá nessa junto, isso é o milagre.” – Ariana Schlösser, terapeuta, palestrante e educadora espiritual, criadora do site Tudo Energia.

“(…) Eu sou muito mais uma cozinheira. Como disse uma vez o Amyr Klink que eu perguntei se ele era velejador ele falou “Não, eu não sou. Eu sou um amador”. Então eu acho que sou isso na cozinha. Eu sou uma amadora, porque eu amo o que eu faço.” – Giovanna Vilela, cozinheira por paixão no Panela e Tênis.

 

E você, quais atividades ou trabalhos te permitem fazer o que você é?

Anúncios

3 pensamentos em “Fazer o que se é

  1. Pingback: Como definir o seu propósito? | 20 E POUCOS 20 E TANTOS

  2. Pingback: Vídeos inspiradores: Escolhas e carreiras – Parte 3 | 20 E POUCOS 20 E TANTOS

  3. Pingback: Destaques da semana | 20 E POUCOS 20 E TANTOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s