Home

Em todos os inícios de ano é comum fazermos uma lista de objetivos, aprendizados, metas e/ou mudanças para os próximos 12 meses. Esta lista pode incluir os mais variados desejos: conhecer novos lugares, entrar na academia, aprender a cozinhar, aumentar o networking, trabalhar com maior significado, encontrar um amor, entre muitos outros.

mafalda-ano-novo

Quando a lista está completa a sensação é gratificante! Temos altas expectativas e estamos cheios de energia para realizar tudo o que foi proposto. Mas, na grande maioria das vezes, depois de duas semanas já esquecemos grande parte do que escrevemos. Realizamos uma ou duas tarefas imediatas, tomamos alguma ação mais relevante e depois tudo volta ao normal. Refletimos, encontramos as palavras certas, colocamos no papel e aí, por algum motivo, os desejos ficam escondidos dentro de algum caderno.

Se os objetivos foram escritos é porque eles são importantes para nós e relevantes para uma ou mais esferas de nossas vidas (família, amigos, amor, trabalho, lazer, bem-estar, etc.). Se não fossem, muito provavelmente eles não estariam lá, não é mesmo? O que fazer então para que estes desejos não sejam deixados de lado?

AnoNovoMafalda01 AnoNovoMafalda02

Uma sugestão é a fazer a lista com um número mais enxuto de itens, selecionando aqueles objetivos que trazem maior significado para as nossas vidas. Com menos itens, conseguimos estabelecer pequenas ações que podem ser realizadas mês a mês. Até mesmo porque quando percebemos que um objetivo é extremamente relevante para nós, ele permanece em nossos pensamentos durante todo o ano, sendo preciso apenas traçar alguns planos para que ele aconteça de fato. Grandes organizações planejam seus anos dividindo-os em trimestres, estabelecendo ações que podem ser mensuradas em cada um destes períodos. Desta forma, os resultados são construídos pouco a pouco até serem alcançados em sua totalidade.

Outra maneira é planejar seus objetivos para acontecerem em momentos diferentes do ano, em meses ou datas específicas. Para viagens, mudanças de cidade ou emprego esta técnica pode funcionar muito bem. Caso você ainda tenha muitos desejos a serem realizados, também é possível dividir os itens em categorias, por exemplo: “prioritários”, “importantes” e “bons de acontecer”. Esta forma permite visualizar o que precisa ter maior dedicação e o que pode resolvido com mais tranquilidade.

Mafalda Charge 1

Independente da forma ou das ferramentas, o engajamento é essencial! Afinal, de nada adianta ter consciência das mudanças se não fazemos nada para realizá-las. Compartilhar as realizações com a família, amigos e colegas, também faz bem e o apoio de quem amamos nos dá ainda mais motivos para continuar seguindo em frente.

Eu já fiz a minha lista de objetivos e você? Já parou para pensar no que realmente será importante? No que você quer focar? Quais são as mudanças significativas para você?

mafalda-trabalho

Desejamos um excelente período de festas para todos os 20 e poucos e 20 e tantos!  Que neste novo ano vocês estejam mais próximos de suas realizações pessoais e profissionais 🙂

Anúncios

Um pensamento em “Planejando um novo ano

  1. Pingback: Os melhores desejos! | 20 E POUCOS 20 E TANTOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s